A sua rede está se preparando para a Internet das Coisas?

netwall-internet-das-coisas-post

Apesar de ser um mercado relativamente novo, a  Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT) está ocupando espaços cada vez mais importantes nas organizações, deixando de ser algo periférico ao negócio. A IDC estima que IoT movimentará US$ 4,1 bilhões no Brasil em 2016, estando em um período intenso de acelaração. Os objetos inteligentes, ou seja, que dispõem de software, possam a fazer cada vez mais parte das estratégias das empresas, propiciando a criação de novos processos e de novos modelos de negócio. Todos esses objetos estarão transferindo dados através da rede e, neste caso, a “computação” estará espalhada por toda a empresa, extrapolando o que se conhece como TI hoje em dia.

iotnetwork

De acordo com o diretor de pesquisas da Gartner, Fabrizio Biscotti, “implantações da Internet das coisas vão gerar grandes quantidades de dados que precisam ser processados ​​e analisados ​​em tempo real”. Neste cenário, a integração entre a IoT e o conceito de Big Data se torna clara, sendo esta a principal relação entre a IoT com a área de TI. Os objetos inteligentes – que são os mais variados possíveis – irão gerar informações muito valiosas para os negócios se forem analisadas mais profundamente com tecnologias de Big Data. Diante disso, certamente, o processamento dessa grande quantidade de dados em tempo real irá aumentar – e muito – as exigências da rede e dos bancos de dados, fazendo com que a TI tenha desafios grandes em relação à segurança, capacidade e analytics.

Compartilhe conosco o que a sua empresa está fazendo para enfrentar esses desafios!

Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Leave a Reply